Liberdade de expressão tem limites sim…

Sou jornalista, mas, isso não me dá o direito de inventar notícias, distorcê-las e, de ultrapassar os limites dos interesses de informar e/ou manter o sigilo de minhas fontes, bem como invadir a privacidade de quem quer que seja, ainda, que a pessoa seja pública.
Aliás, em 40 anos de jornalismo, perdi uma ação judicial por esse motivo, porque denunciei, e, como a maioria das testemunhas eram menores, não consegui provar minha denúncia e, ainda estou sofrendo a “via crucis” de meus atos.
É preciso saber que a liberdade de expressão não é plena, quando extrapola os limites do direito, do processo, da moral, dos bons costumes, da religião, do preconceito e, fofoca verdadeira. Sim, pois, até a fofoca verdadeira tem. Seus limites. À mentirosa então nem se fala.
De forma que, às pessoas precisam verificar os freios de sua liberdade. Quando ela avança o sinal e transgride a liberdade do outro, ela deixa de ser direito a liberdade ativa e passa à leviandade.
Pensemos e reflitamos sobre isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s