Gastos com Eleições Municipais 2020 poderão custear combate COVID-19

Um projeto da bancada dos partidos de oposição (Leia-se: verdadeiros parlamentares), preocupados com a situação do COVID-19, no Brasil, que utilizariam os recursos do Fundo Partidário e, do Orçamento Eleitoral 2020, vai propor a unificação das Eleições 2022, com desdobramento das Eleições Gerais no sábado e no domingo, e, diminuição dos gastos públicos.

A proposta, além de ser prudente na economia de gastos, evitaria acúmulo de correligionários em reuniões de Convenções Municipais no Brasil inteiro, evitando contágios, correria e, despesas desnecessárias.

Não existe prazo plausível entre o possível fim e controle da pandemia e, às convenções e preparação das Eleições, principalmente, pelo TSE e seus respectivos tribunais regionais, Cartórios Eleitorais e, voluntários (mesários, receptores de votos), escolas, na maioria das vezes, locais de votação e, às imensas filas e, acúmulo de eleitores no dia do pleito.

A medida é embrionária, mas, já conta com o apoio do TSE. E, é recomendada pelas autoridades sanitárias, até porquê, o COVID-19, além de não possuir vacina definitiva, oferece, possibilidade de recaída e/ou repetição da doença.

Um comentário sobre “Gastos com Eleições Municipais 2020 poderão custear combate COVID-19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s