A Síndrome de Emaús

Pe. Zezinho SCJ

Ninguém está imune dela, como ninguém está imune do desânimo de Tomé!

Este mês soube que cinco padres que conheci deixaram suas funções sacerdotais por desânimo, discordância com o bispo e com a Igreja. Um porque será pai de uma criança e pretende assumi-la ; um porque apaixonou-se por uma professora do colégio; e três por razões políticas de direita e de esquerda. Mandei mensagem a quatro deles porque somos amigos. O outro mudou de telefone!

Repenso os dias da paixão e da ressurreição de Jesus, anos 33-35 eC . Tomé tinha ido embora do grupo. Os dois discípulos de Emaús acharam que o sonho não dera certo. Jesus acabara de ser derrotado e eles voltavam tristonhos para sua aldeia.

Os companheiros de Tomé lhe deram a notícia que Jesus tinha ressuscitado. Jesus mesmo deu a notícia aos dois de Emaús. E o sinal foi a partilha do jantar naquela noite, depois de cerca de 6 kms de caminhada.

Os três desanimados voltaram. Mas penso nos milhares que nunca voltaram a exercer o ministério, porque para eles o sonho acabou e o ideal esmaeceu. Quiseram seguir Jesus por outros caminhos.

Ninguém está livre deste sentimento; ou porque discordam do Papa atual, do bispo e das mudanças depois do Concílio . O CONVÍVIO ficou penoso por causa do CONCÍLIO . Sonhavam com uma Igreja antes de 1959.

E também acompanhei os dramas do padres que optaram pela política e por mudanças mais avançadas que não vieram com João Paulo II e nem mesmo com o Papa Francisco. A igreja com a qual sonharam não acelerou o passo no tempo como gostariam. Foram em frente, agora num partido político, ou como leigos.

A síndrome de Emaús mexe com qualquer um que sonhou alto e não viu a Igreja dar os passos que esperavam. Cansaço? Decepção? Amor antigo? Novos amores? Novos sonhos políticos para o Brasil?

Só eles sabem. Continuo amigo deles e, como gosto dos passos atuais da Igreja desde João XXIII, ainda que sejam lentos, continuo a minha leitura da História do Mundo e da Igreja e das Igrejas.

Se eu, que sou meio lento para entender a História e a Igreja (como os apóstolos também eram lentos), posso entender a pressa ou a leitura deles. Oro e respeito. Acho que sofrem mais do que admitem. Alguma coisa não correspondeu aos seus sonhos. Meu sonho continua, com mudanças rápidas ou lentas, mas confio no Concílio e nos documentos, nos Papas e bispos que conheci. Eles não são perfeitos. Eu menos ainda! Muitos deles eram mais zelosos e mais cultos do que eu . Mas para eles não deu!

Continuo em clima do cenáculo! Acho que haverá luzes para todos que ainda creem no presente e no futuro da nossa Igreja . Mas a longa espera já abortou muitos sonhos.

Original do link: https://www.facebook.com/264280620387697/posts/1637629726386106/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s